DOCUMENTOS IMPORTANTES para DOWLOADS

O que é a CASA DO ARTISTA RIOGRANDENSE:
Conforme o estatuto, art 1° e 2°, "sociedade civil de direito privado, sem fins lucrativos, retiro destinado aos artistas necessitados, impossibilitados pela idade ou por motivo grave de prover o próprio sustento, dando-lhes abrigo, alimentação e condições dignas de sobrevivência, dentro das possibilidades da entidade".

DOCUMENTOS para DOWLOAD (clique nos links para abrir)
Casa do Artista PROJETO BASE
Estatuto da Casa do Artista Riograndense
Autorização para Débito em Conta Banrisul
Planta de Situação
Planta de Cortes
Planta de Fachadas
Declaração de Utilidade Pública Municipal
Diário Oficial da Declaração de Utilidade Pública Municipal
VISÃO DA DIRETORIA - Mostrar dedicação e persistência na melhoria da Casa do Artista Riograndense, mudando a injusta realidade atual, buscando construir um novo modelo de sobrevivência auto-sustentável.
Veja mais fotos e publicações recentes acessando: Facebook da Casa do Artista

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

REUNIÃO CECE-15/02 - PAUTA:SITUAÇÃO DA CASA DO ARTISTA RIOGRANDENSE


Aconteceu ontem,15/02/2011, na CECE, Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude da Câmara Municipal de Vereadores de Porto Alegre, às 14:30, reunião para debater e pensar em soluções sobre a Casa do Artista Riograndense.

Estiveram presentes:Secretário Estadual de Cultura Assis Brasil (pela primeira vez alguém da Sedac se faz presente, em dois anos que fui na CECE), Presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre Sofia Cavedon, Valdir representante da Fundação dos Bancos Sociais, Eunice Muniz representando o Secretário de Gestão Muncicipal Newton Baggio e Guimarães Presidente do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre, que fez o pedido da Audiência Pública..Mandaram representante ainda o Lions Porto Alegre.

O Representante da Fundação dos Bancos Socias prometeu em 15 dias entregar na Casa todo o material necessário para a reforma do prédio da casa, faltando agora ser buscado a mão de obra,ação que será encaminhado pela SEDAC  junto à SUSEPE. 
As duas secretarias, municipal e estadual vão pensar em outras ações que possa reverter em benefício da Casa.


-----------------
MAIS UM RELATO DE COMO FOI A REUNIAO

Casa do Artista Riograndense pede socorro à comunidade
Fundada em 1949 para abrigar profissionais da cultura com mais de 60 anos, a Casa do Artista Riograndense sofre com a falta de recursos e precisa da ajuda do poder público e da comunidade para continuar atendendo seus moradores. O apelo foi feito pelo presidente da Casa, o ator Luciano Fernandes, nesta terça-feira (15/2) na Comissão de Educação, Cultura, Esportes e Juventude (Cece) da Câmara Municipal de Porto Alegre. Além de vereadores, participaram da reunião o secretário estadual da Cultura, Luiz Antônio Assis Brasil, e representantes do Conselho Municipal de Cultura, da Secretaria Municipal de Gestão e Acompanhamento Estratégico e da Fundação dos Bancos Sociais da Fiergs.
Luciano contou que muitos problemas dificultam o atendimento aos oito moradores da Casa - entre eles Zé da Terreira e Catulo -, mas a precariedade do prédio é o principal deles. Na sede da entidade, situada na Rua Anchieta, 280, Bairro Glória, "tem parede caindo, e a cozinha é horrível". Segundo Luciano, a parte elétrica é um motivo constante de preocupação. “É um problema eterno”, lamentou.
O presidente da Casa informou que a instituição recebe doações de dinheiro por meio de débito em conta, mas o montante não cobre nem as contas de água e luz. "A comunidade tem ajudado, mas o ideal é que o Estado pudesse dar uma abraçada na Casa", sugeriu. Luciano disse que as pessoas que quiserem conhecer a entidade podem entrar em contato pelo celular (51) 9123-7519 ou visitar o blog www.casadoartistariograndense.blogspot.com.
Waldir da Silveira, que representou os Bancos Sociais da Fiergs, deu uma boa notícia. Prometeu que a entidade doará material de construção suficiente para a reforma da Casa do Artista. “Em duas semanas, estaremos entregando material para piso, azulejos, forração, parte elétrica e pintura”, prometeu.
Como, segundo ele, os Bancos Sociais não têm como doar mão-de-obra, Silveira sugeriu que os vereadores tentassem costurar um convênio com a Susepe para utilizar os serviços de presos que sabem trabalhar em obra. Ele ainda informou que os Bancos Sociais já doaram 250 livros de cultura e lazer à Casa, além de móveis e um computador.

Ajuda

O secretário Luiz Antônio Assis Brasil garantiu que conversará com o secretário estadual de Segurança sobre a possibilidade de um convênio com a Susepe para a reforma da Casa do Artista. Também disse que falará com sua equipe para buscar alternativas que possam ajudar a entidade. O escritor considerou positiva a informação de que moradores da Casa ainda podem trabalhar. “É bom saber disso para, eventualmente, poder incluí-los em alguma programação da secretaria”, afirmou. Na sua opinião, é fundamental promover a inclusão dessas pessoas. “Vou discutir com minha equipe, e alguma coisa vai acontecer”, prometeu.
A engenheira Eunice Muniz da Silva, da Secretaria Municipal de Gestão e Acompanhamento Estratégico, informou que discutirá com o secretário da pasta uma possibilidade de convênio com a Casa do Artista. Para ela, seria fundamental que houvesse um apoio à instituição que garantisse a manutenção da entidade.
Paulo Roberto Guimarães, do Conselho Municipal de Cultura, comemorou o esforço das autoridades e da comunidade para ajudar a Casa do Artista. Na sua opinião, especialmente a presença do secretário estadual de Cultura demonstrou que há forte interesse em construir uma solução.
Além do presidente da Cece, Professor Garcia (PSB), participaram da reunião os vereadores Fernanda Melchionna (PSOL), Tarciso Flecha Negra (PDT) e a presidente da Câmara, Sofia Cavedon (PT). Eles se dispuseram a tentar conseguir mão-de-obra para a reforma na Casa do Artista por meio de convênio com a Susepe ou com outros órgãos do governo municipal, como a Smov. Garcia anunciou que pretende marcar uma reunião com o secretário de Segurança para tratar do assunto.




Nenhum comentário:

Postar um comentário